ESTAMOS COM O NOSSO JEFFERSON
O BOTAFOGO vive um dos piores anos de sua história, praticamente sem receitas, excluído do Ato Trabalhista e sem capacidade para honrar seus compromissos mínimos.

Nada disso é por acaso, como estamos alertando, desde 2011, em nossos boletins aos sócios e nas falas de nossos poucos representantes nos Conselhos Fiscal e Deliberativo. Como represália, tentaram cassar nossos mandatos.

Esta situação também não é fruto de disputas pré-eleitorais e sim reflexo da incompetência e dos momentos de delírio e irresponsabilidade do Sr. Mauricio Assumpção, que optou por avançar sobre as receitas futuras do Clube, sem conseguir um único título de expressão, apesar da folha de pagamentos do futebol estar inchada de “amigos da praia”. Aliás, a gestão caótica do presidente Maurício foi respaldada e endossada maciçamente por boa parte do plenário do atual Conselho Deliberativo e por muitos que –agora somente- levantam a bandeira da “oposição”.


Por incrível que pareça e apesar de tudo, o atual Presidente segue atirando contra os que pretendem salvar o que restou do BOTAFOGO e na última semana escolheu como alvo nosso atleta de maior expressão, titular da seleção brasileira, o goleiro Jefferson.

Em entrevista ao jornal EXTRA, o atual Presidente do Botafogo declarou-se “chateado”, pelo fato de nosso goleiro ter tido a ousadia de dizer que não há perspectivas para o Clube e que a partir de 25 de novembro tudo vai mudar. O que se pode criticar destas simples constatações do Jefferson? Absolutamente nada.

O Jornalista André Kfouri escreveu na edição do jornal Lance do último dia 08 que “a crise administrativa no futebol brasileiro chegou a tal ponto que um dirigente, devedor e sonegador confesso, não tem vergonha de repreender publicamente um jogador que criticou sua gestão”. Segue André Kfouri: “Perceba o nível de alucinação: Assumpção quer que Jefferson lhe seja grato por exercer sua profissão (sem ser remunerado!).... Esse tipo de devaneio só pode sair da mente de quem perdeu a capacidade de identificar o ridículo”.

Como não poderia deixar de ser, queremos registrar nossa total solidariedade ao Jefferson, atleta de grandes qualidades, excelente caráter e coração Botafoguense, e garantir aos associados e torcedores do BOTAFOGO que a equipe para 2015 começará, obrigatoriamente, por tê-lo defendendo o nosso gol.

O Benemérito Carlos Eduardo Pereira, candidato do MAIS BOTAFOGO a Presidente, tendo Nelson Mufarrej como Vice-Presidente Geral pelo BOTAFOGO ACIMA DE TUDO, faz uma convocação: “Certamente será um ano especialmente difícil durante o qual o Clube precisará contar, mais do que nunca, com o Amor, o Engajamento e a Compreensão de todos os seus torcedores, pois o caminho para nossa recuperação é longo e difícil”.

Mas podemos garantir que a irresponsabilidade, a sonegação, a remuneração de parentes e os gastos desmedidos farão parte de um passado a ser esquecido.

MAIS BOTAFOGO – Oposição de Verdade
por: MAIS BOTAFOGO (11/09/2014 - 16:56:54)